Seguidores

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Estresse

Gente, tá foda. Eu gostaria de dizer que estou amando ficar em casa, com meus filhos, ser do lar...ai que delícia...SÓ QUE NÃO! NÃO NÃO E NÃO MESMO!!
Tudo que eu queria era trabalhar fora, me maquiar todo dia, passar o dia vendo pessoas, conversando.
A Luíza, coitada, esta com os dentinhos nascendo, e está um terror. Chora e reclama, reclama e chora o dia inteiro. Trocando o dia pela noite, engatinhando, ao mesmo tempo que nao quer ficar no colo, nem cercadinho, nem carrinho, no chão ela só quer sujeiras, fios, tomadas, dvd...
O Fernando continua um anjo, porém, ele fala muuuuito comigo o dia todo...eu com a Luíza chorando na cabeça, ele falando mamãe olha isso ,olha aquilo, e contando as 'cacetadas', as vezes vem contar um epísódio inteiro de chapolim, e eu cheia de louça pra lavar, chão da cozinha pra limpar, todo aquele serviço de casa que donas de casa sabem bem como é, não tem fim.
Enfim, tomo remédio, não queria, não queria estar assim mesmo, mas não consigo controlar o meu estresse, ontem e hj mal posso ouvir o som da máquina de lavar. Sabe aquela sensação de querer fechar os olhos e tapar os ouvidos, e ficar no escuro em silêncio? Tô assim. Não queria, juro que não queria, e peço perdão a Deus, tenho muito medo de ser castigada por isso. Eu amo meus filhos, são benção, se são assim é pq tem energia e saúde, graças a Deus! Mas o negócio é comigo, eu sempre fui mole pra fazer as coisas, a preguiça e o sono me dominam, fui criada assim, sem responsabilidade, não lavava nem a minha calcinha. Parece que a ficha não caiu AINDA, que eu sou dona de casa, tenho dois filhos, cachorro, gato marido e tudo o que uma família precisa pra ser feliz depende muito de mim, sem querer me gabar, mas pareço o alicerce, se eu tomar as rédeas tudo melhora, se eu desandar tudo piora. As pessoas me ajudam, como podem, mas em relação às crianças, não. Vou pra minha mãe e acabo ficando com a Luiza no colo, as vezes tomo café. Minha sogra vem em casa mas também não aguenta o baque, cansa. Meu marido quando pega a Luíza no colo parece a minha sombra, piso no pé dele e ele vai atras, vou ao banheiro, vai atras, estou ao telefone, vai atras, estou jantando, vai atras, e a Luíza reclamando no colo dele e eu, que poderia ter uns minutos de silêncio, não tenho. Todos, todos que carregam a Luíza ficam atras de mim, é impressionante. Ou seja, não tenho folga nenhuma! Estou de férias da faculdade e não vejo a hora que as aulas voltem, pra eu sair, espairecer, conversar, conseguir quem sabe levantar minha auto estima pra não parecer mais essa coisa que me tornei.
Hoje vim pra desabafar mesmo. Não sou daquelas pessoas que está sempre pra cima, pelo contrario, sou rabugenta, estressada, deprimida, mau humorada e tenho pavio curto.

Dormir, a pior tarefa de todos os tempos da última semana.

2 comentários:

  1. Noossaaaaa! Tem certeza que não fui eu que escrevi isso? Kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Bom saber q nao estou sozinha rsrsrs

    ResponderExcluir